A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Segurança Patrimonial (DSP), prendeu, na quarta-feira (14/07), um jovem de 18 anos de idade, suspeito de ser o autor de uma tentativa de latrocínio contra uma senhora de 67 anos. O fato aconteceu no dia 30 de junho, na Paróquia de Nossa Senhora das Graças, no bairro Jucutuquara, em Vitória.

De acordo com o titular da DSP, delegado Gianno Trindade, foi por meio de denúncia anônima que a equipe conseguiu capturar o suspeito. “Recebemos a denúncia anônima com foto, que seria um morador de rua que praticou o fato e que prestava serviços lavando carros, na pracinha de Jucutuquara. Passamos a diligenciar a região, até que, no dia 13, prendemos o homem com as mesmas características da foto, em uma situação de traficância. Abordamos o indivíduo suspeito da tentativa de latrocínio contra a senhora de 67 anos na posse de sete pedras de cocaína e duas pedras de crack”, explicou o delegado.

Ainda segundo o delegado, o suspeito foi autuado por tráfico de drogas. “Foram 30 golpes com garrafa térmica na cabeça da senhora, ocasionando 19 pontos de sutura em seu couro cabeludo e também na região do rosto. Chamamos a vítima e a testemunha que conseguiu recuperar a bolsa roubada, no flagrante, e eles reconheceram com absoluta certeza que se tratava do agressor”, disse.

MENOR DE IDADE

O suspeito, quando era menor de idade, já tinha diversas ocorrências em Colatina, por furtos, roubos, Lei Maria da Penha contra a madrasta e já foi internado por uso de drogas. “Foi traçado o perfil psicológico do criminoso patrimonial. Ele já ficou internado por uso de drogas e, em certo dia, tentou fugir, utilizando os extintores de incêndio e causando danos na clínica, além de jogar os extintores nos enfermeiros. O indivíduo é muito calmo, mas tem ataques de fúria”, afirmou o delegado.

O jovem de 18 anos foi preso em flagrante, preventivamente, por tráfico de drogas e já foi solicitada a prisão pela tentativa de latrocínio, sendo encaminhado ao Centro de Triagem de Viana (CTV), ficando à disposição da Justiça.

O CRIME

O fato aconteceu no dia 30 de junho, na Paróquia de Nossa Senhora das Graças, no bairro Jucutuquara, em Vitória.

“O suspeito entra na igreja e pede para ir ao banheiro e vai embora. Mas ao chegar na porta da igreja, ele retorna e pergunta para a senhora se havia mais alguém dentro da paróquia e a senhora responde ‘que não’. Ele senta no banco e depois vai até a sacristia. Nesse momento, a senhora lembra que a sua bolsa com o celular estava na sacristia. Ele entra e começa a agredi-la, efetuando diversos golpes com a garrafa térmica na cabeça da vítima”, relatou Gianno Trindade, titular da DSP.

PLANTÃO CAPIXABA – A GENTE MOSTRA O ESPÍRITO SANTO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui