A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), por meio da Delegacia Especializada em Investigações Criminais (Deic) de Colatina, deflagrou a Operação Black Coffee, na madrugada de terça-feira (15/03), com o apoio da Força Tática do 8º Batalhão da Polícia Militar. O objetivo foi cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão resultantes de uma investigação sobre roubo de sacas de café no município. Dois homens, de 24 e 39 anos, foram presos em cumprimento de mandados de prisão.

As diligências começaram no bairro Ayrton Senna, nas primeiras horas do dia. Neste local, os policiais localizaram o suspeito de 24 anos. Em seguida, se dirigiram ao bairro Vicente Soela, onde o outro suspeito foi capturado. Segundo as investigações conduzidas pela Deic de Colatina, ambos são suspeitos de integrarem um grupo criminoso responsável pelo roubo de sacas de café no município. Também houve buscas nos bairros João Manoel Meneguelli e São Pedro.

“A investigação teve início em outubro de 2021, quando uma propriedade rural em Ponte do Pancas foi invadida por criminosos extremamente violentos. Eles renderam os moradores e, sob ameaças e restrição da liberdade das vítimas, subtraíram eletrodomésticos, telefones, computador, dinheiro, jóias e 80 sacas de café, com um caminhão e uma caminhonete”, relatou o titular da Deic de Colatina, delegado Ricardo Barbosa.

As investigações tiveram início logo após o fato. Os veículos foram recuperados, assim como parte dos objetos roubados. No entanto, a carga de café foi vendida, restando apenas quatro sacas que foram restituídas ao proprietário.

INQUÉRITO POLICIAL

Segundo as informações levantadas no Inquérito Policial (IP), cinco pessoas participaram do crime. Dois foram presos nesta terça-feira (15), um terceiro já tinha sido preso em outras diligências e outros dois envolvidos estão com mandados de prisão em aberto, se encontrando foragidos. Todos os investigados já têm histórico criminal, por envolvimento em crimes como roubo, tráfico de drogas e homicídio.

“As diligências continuam em andamento. Vamos continuar reunindo informações sobre este grupo e a participação de cada investigado neste crime. Também continuamos as buscas pelos que estão foragidos e qualquer informação pode ser passada de forma anônima, por meio do Disque-Denúncia 181”, ressaltou o delegado.

PLANTÃO CAPIXABA – A GENTE MOSTRA O ESPÍRITO SANTO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui